sábado, 20 julho 2019
Início / Segurança / Tecnologias do futuro e a gestão condominial

Tecnologias do futuro e a gestão condominial

Você já parou para pensar em como a tecnologia tem facilitado a sua vida nos últimos anos? A transformação digital nos proporcionou grandes mudanças na forma como pagamos contas, fazemos compras, acessamos serviços e, especialmente, como nos relacionamos com outras pessoas.

Recentemente, essa revolução também passou a fazer parte da vida em condomínios, onde tornou-se conhecida como Condomínio 4.0. Nesse ambiente, as novas tecnologias nos comprovam serem extremamente importantes para transformar a gestão de edifícios em uma missão muito mais eficiente ao simplificar o contato entre os moradores e elevar a segurança de todos frente a fatores internos e externos.

Alguns recursos que já são utilizados há muitos anos ganharam um novo modelo dentro desse contexto. Um exemplo é a vigilância eletrônica, que hoje é feita por meio de câmeras de segurança de alta definição e sistemas de controle de acesso ligados a uma central de monitoramento que recebe e analisa as imagens, garantindo um controle mais efetivo das pessoas no condomínio. Dessa forma, é possível acompanhar com facilidade quem entra e quem sai, verificar a entrada de pessoas não autorizadas e identificar portas e portões abertos ou que possam ter sido arrombados.

A cada ocorrência, alertas são enviados aos responsáveis cadastrados para solucionar as situações que demandam intervenção humana, com a possibilidade de acionar até mesmo o serviço de segurança contratado.

Para tornar o acesso dos moradores mais prático e reduzir a quantidade de chaves a serem carregadas ao sair, existe atualmente a chave biométrica, que faz o uso de alguma parte do corpo humano para liberar o acesso do condômino.

A opção mais explorada é a leitura das impressões digitais, mas é possível aproveitar outras características particulares, como o reconhecimento facial, da íris e até da voz. Mais uma possibilidade é a abertura de portas via aplicativo instalado em um smartphone, que ainda permite armazenar definições pessoais dos moradores, inclusive o cadastramento de veículos, e gerenciar a entrada e saída de visitantes, como prestadores de serviços, amigos e familiares, dando a esses permissões programadas de dias e horários específicos.

Os aplicativos também têm ganhado destaque por melhorar a gestão no condomínio ao atribuir agilidade na comunicação entre os moradores para resolver situações rotineiras, como a solicitação de chaves de acesso a novos
moradores e reserva de áreas comuns, como salão de festas, de jogos ou sala de cinema. Tornar a gestão da segurança de condomínios mais eficiente com o apoio da tecnologia garante processos com menos riscos de erros, melhor controle e acompanhamento em tempo real de tudo o que acontece, acesso a relatórios completos e economia de recursos.

Pode até parecer que essas soluções sejam complicadas e difíceis de serem implantadas, mas existem opções no mercado que comprovam que a gestão condominial associada às novas tecnologias entrega ótimos resultados quando é acompanhada por empresas especialistas no ramo.

 

 

 

Gustavo Hiendlmayer
Diretor Executivo na Consis. Administrador e analista de sistemas, com experiência de mais de 10 anos em segurança eletrônica para condomínios. É também conselheiro fiscal do SIESE-SC – Sindicato das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança.

Verifique isso

Responsabilidades do síndico perante o Corpo de Bombeiros Militar/SC

Uma das grandes preocupações dos síndicos em nosso Estado sempre foi a regularização da edificação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.