sexta-feira, 15 dezembro 2017
Início / Jurídico / Trabalhista / Previdência para as crianças

Previdência para as crianças

A fotografia levou 112 anos para ser descoberta, o telefone 56 anos, o radar 25, a televisão 12 anos e do processador 486 ao Pentium foi somente 1 mês.

Atualmente, a cada 5 anos, dobra o conhecimento do mundo!

Se no passado já era importante ter estudo, no mundo de hoje é fundamental.

Por isso, se quisermos verdadeiramente preparar nossos filhos para serem competitivos nesse mundo novo, temos que dar a eles a melhor educação que pudermos pagar.

Como nem todos os pais nascem abastados, o jeito é poupar para a educação dos filhos.
E para isso, nenhum produto é melhor do que previdência privada.

Por quê? Porque pagamos menos impostos nesse investimento que, por outro lado, rende mais.
Ocorre que algumas pessoas adiam a contratação de um plano, por acreditarem que é caro.

Pois não é. Atualmente, existem planos com valores pequenos de contribuição, quantia que cabe facilmente no orçamento familiar.
Como estamos no mês das crianças e próximos do Natal, não há melhor momento para contratar um plano de previdência para elas.

Hoje em dia, ficamos assustados com a quantidade de presentes que as crianças ganham. Ganham dos avós, dos tios, dos padrinhos. E logo os brinquedos são esquecidos e ficam lá, ocupando espaço…

Este ano, ao invés de comprar um presente caro deposite parte do dinheiro em um Plano de Previdência!

Pense em uma “contribuição compartilhada”! Faça uma campanha familiar. Divulgue o plano de previdência de seus filhos e aquele dinheirinho dado pelos avós, pelos padrinhos ou tios, deposite na previdência!

Começando a poupar agora, fica mais fácil juntar um bom patrimônio para a faculdade, um curso no exterior, o primeiro negócio ou uma aposentadoria melhor!

Não deixe o pequeno sem um brinquedo, mas lembre que o melhor presente para um filho é a garantia de um futuro!

*  Renato Follador – Consultor em Previdência, atuando na área há 30 anos.  www.renatofollador.com.br

Verifique isso

multa-2

Não pagou o condomínio, como fica?

Por Rodrigo Karpat A aplicação de multa nos condomínios, normalmente, deve ser a última instância …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *