quarta-feira, 17 outubro 2018
Início / Geral / Gestão de obras

Gestão de obras

Gerir obras é sempre uma tarefa complexa, mas, quando se trata de obras em condomínio falamos de um desafio um pouco maior, já que se trabalha com o dinheiro alheio e as mesmas pessoas que pagam serão os críticos do resultado.

Boa vontade não é suficiente para concluir uma obra com êxito. Há detalhes que, se passarem despercebidos, podem gerar transtornos. Gostaria de compartilhar com os leitores algumas dicas que podem contribuir para maior assertividade nos resultados.

Primeiro, é necessário ter claramente definida a obra a ser executada. Por mais que isso pareça óbvio, muitas vezes as solicitações em meio a uma assembleia ou em conversas com os condôminos ficam confusas. Ter detalhado o que se pretende fazer, facilitará nas cotações e evitará surpresas futuras.

Definidos os detalhes é hora de solicitar orçamentos e é recomendável ao menos três. É importante salientar que preço não define a qualidade da empresa. Não se deve contratar uma empresa só por ter o orçamento mais barato, nem achar que o mais caro é melhor. Devem ser analisados os serviços que esta já realizou, estrutura, cumprimento das normas de segurança, se os funcionários são registrados, etc. Na hora de aprovar o orçamento em assembleia, o síndico deve enfatizar aos condôminos a relevância destes fatores para a escolha da empresa. Afinal, quem contratada mal paga duas vezes!

A provisão de capital deve considerar mão de obra, previsão de materiais, probabilidade de inadimplência (considerando a situação atual) e uma margem de reserva.

“Um contrato bem redigido evita problemas futuros e assegura os direitos do condomínio….”

Escolhida a empresa, a etapa seguinte é a elaboração do contrato. Um contrato bem redigido evita problemas futuros e assegura os direitos do condomínio. É importante que estejam detalhados os serviços que a empresa deve prestar, prazo de execução, forma de pagamento, garantia e obrigações da contratada. O auxílio de um advogado ou ao menos da contabilidade do condomínio são bem vindos neste momento.

A execução da obra deve ser precedida de ART e a empresa deve seguir as normas da ABNT bem como as disposições legais. É recomendável a contratação de um engenheiro (não vinculado à empresa contratada) para fiscalização. Não é incomum em assembleia reprovarem a contratação deste em função do custo, mas é importante frisar aos condôminos que somente um profissional habilitado estará apto a dar parecer sobre o andamento da obra.

Ao final do serviço o condomínio faz uma vistoria para “dar o aceite”. É sempre interessante haver uma Comissão de Obras para atuar em todo o processo e especialmente nesta fase. Na ausência desta, o síndico pode convidar o conselho para ajudar a avaliar.

Só aqui condominios 3x4

Cristina Oliveira

Síndica Profissional

Verifique isso

Síndicos devem ficar atentos com manutenção rotineira e orçamentos extras enviados por empresas de elevador

Relatos e laudos realizados em condomínios de São Paulo apontam que 90% dos serviços orçados …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.