sexta-feira, 15 dezembro 2017
Início / Jurídico / Trabalhista / Efetuando um planejamento financeiro.

Efetuando um planejamento financeiro.

A vontade de ter seu próprio negócio às vezes é tão grande que muitos empreendedores não percebem os problemas que terão pela frente. Simplesmente começam a gastar horrores com a decoração da loja, equipamentos modernos e grande quantidade de estoque, tudo isso com a finalidade de causar uma boa impressão.
Porém esses gastos são desnecessários, pois o ideal é efetuar uma pesquisa de público alvo do negócio, bem como um planejamento financeiro, desta forma, a decoração não será demais, o estoque não ficará encalhado, e a empresa ainda terá um capital de giro para os meses iniciais.
O Planejamento financeiro pode ser algo menos complicado e mais barato que você imagina.
Geralmente a ficha do empreendedor cai no meio do ano: “preciso planejar as finanças”. O ideal quando esse pensamento surgir é dar inicio ao Planejamento financeiro do que esperar até o inicio do próximo ano. O primeiro passo é efetuar fazer um Budget Anual (orçamento anual), nele devem constar todos os gastos por mais insignificante que pareçam.
Considere a contratação de uma assessoria financeira, pois quando se está começando o seu negócio alguns setores merecem uma atenção em especial, que é o caso da área das finanças, este profissional pensará na organização do fluxo de caixa, na necessidade de capital de giro, além de implantar outros procedimentos no setor de contas a pagar e a receber, entre outros. Pois além de ajudar na organização da empresa este profissional conseguirá traçar melhores estratégias e por consequência melhores resultados virão.
Acompanhe regularmente o setor financeiro e não deixe de registrar nada. Mesmo sem contratar uma assessoria financeira você já pode ir se preparando sozinho. Organize todas as contas a pagar e receber por datas, e monitore com frequência para saber como a saúde financeira da empresa está progredindo. Esse procedimento é muito importante para o controle da gestão financeira e para efetuar previsões no futuro.
Corte os gastos supérfluos, aqueles gastos que são poucos úteis ou até mesmo desnecessários, pois poderá representar uma boa economia.
Por último utilize um software de gestão financeira, na qual você poderá controlar melhor o seu fluxo de caixa, as contas a pagar e receber, ver relatórios e gráficos gerenciais, e ainda poderá emitir boletos bancários para suas vendas.

unnamed-7SS

Willian Brockweld

Consultor Financeiro na Brockweld Assessoria Financeira

contato@brockweldconsultoria.com.br

(47) 99646-0280

Verifique isso

condominio_inadimplencia

Seu condomínio sofre com inadimplência?

ocê administra um condomínio onde mais de 10% dos condôminos atrasam ou não estão pagando …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *