terça-feira, 17 julho 2018
Início / Sustentabilidade / Consolidação da Construção Sustentável no Brasil

Consolidação da Construção Sustentável no Brasil

Como você avalia o mercado de empreendimentos sustentáveis no Brasil?
Há 10 anos construir empreendimentos sustentáveis no Brasil era uma utopia, nosso mercado estava muito distante da realidade construtiva norte americana e europeia, entretanto hoje posso dizer, seguramente, que construir de maneira eficiente, responsável e engajada já é uma realidade no Brasil e está com contínuo crescimento. Segundo o Green Building Brasil nosso país já registrou 1.230 pedidos de certificação sustentável, dos quais 423 empreendimentos já obtiveram o selo.
Como você caracteriza empreendimentos sustáveis?
São projetos que vão além das exigências normativas e padrões de mercado, empreendimentos que proporcionam melhor qualidade de vida aos futuros usuários. Essa qualidade de vida é proporcionada, pois os projetos possuem um desempenho térmico eficiente, instalação de materiais sem contaminantes, economizam água, energia, ar condicionado sem perder conforto, interagem com a comunidade do entorno. Estudos comprovam que os prédios certificados em sustentabilidade têm taxa de vacância 9,5% mais rápida em relação aos sem o selo verde.
É mais caro construir de forma sustentável?
Tudo depende do momento que se define a implantação das práticas sustentáveis e o que se quer realizar em seu empreendimento. Temos diversos projetos que tiveram a fase de planejamento muito bem definida onde sustentabilidade não aumentou o custo da obra. Hoje o mercado brasileiro já incorporou essas exigências o que facilitou muito se comparado a um cenário de 5 anos atrás.

 

unnamed-7SS

Entrevistado: Matheus Forte – CEO da Forte Soluções Ambientais, empresa de consultoria em projetos sustentáveis.

Forte Soluções Ambientais Ltda. 41. 3586 0946 www.forteamb.com.br

Verifique isso

Paisagismo em Condomínios

Hoje, paisagismo virou sinônimo de qualidade de vida. Afinal, através de um estudo paisagístico, conseguimos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.