sábado, 25 maio 2019
Início / Síndico / Como administrar as necessidades do condomínio

Como administrar as necessidades do condomínio

O síndico para fazer uma boa gestão precisa em primeiro lugar ter paciência. A paciência  é fundamental para todos os setores da vida, especialmente para desempenhar tarefas que envolvam as opiniões e necessidades de terceiros.

Deve prestar os serviços com ética, sendo firme e justo nas decisões, visando o que é melhor para o coletivo. Por isso, é fundamental sempre procurar soluções antes de achar culpados, principalmente em casos mais graves.

Sempre  efetuar uma comunicação clara com seus moradores sobre as regras do condomínio. Ser equilibrado e sereno ao tratar com os condôminos sobre o que é certo e o que é errado, quantas vezes for necessário. Independente de qual for a situação, nunca tomar atitudes no calor do momento.

Ter calma  ajuda muito a administrar ocasiões que requerem sensatez. Organizar o setor administrativo – Administrar finanças é algo complicado, principalmente quando o síndico é responsável pelo financeiro de outras pessoas.

Para isso é necessário uma gestão transparente,observando as contas ordinárias e planejamento das obras. Além disso, do ponto de vista das relações interpessoais, o síndico deve estabelecer um perfil de comunicação adequado com as pessoas, respeitando as características locais e evitando “colocar o ego na frente de tudo”.

“Deve haver uma boa empatia na relação, não adianta ser autoritário, tem de ser ‘síndico ouvinte’, o que não significa fazer tudo o que as pessoas falam. É necessário uma certa dose de paciência e tolerância, afinal, é um relacionamento humano.

Advertência e multa  –  Nem sempre simpática, a multa às vezes é essencial para garantir a boa convivência. É importante ser precedida de advertência verbal e escrita.

Muitos problemas de relacionamento, seja entre casais, pais e filhos, colegas de trabalho e também entre síndico e condôminos, começam com falhas de comunicação – os famosos “ruídos”.

Se o excesso de mensagens irrita, a falta delas irrita muito mais. A ausência de comunicação eficaz dá origem aos boatos, que são fontes de informações distorcidas e normalmente falsas. Moradores bem informados acompanham melhor a vida do condomínio e participam mais da gestão.

Síndico: uma tarefa para poucos!

Se você é síndico, tenha orgulho do seu papel. Por mais que seja uma função cheia de desafios, o administrador é responsável pelo patrimônio de muita gente, bem como o bem-estar de todos os moradores.

 

 

 

 

Erica Faerber

Síndica Profissional

Verifique isso

Formação mais completa do Brasil para síndicos chega em Balneário Camboriú

A movimentação nacional em busca da profissionalização dos Síndicos em todo o país acaba de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.